Curso Noturno
Cida Schoenacker
Socióloga – Coordenadora do Setor de Pesquisa do SEV

Curso Noturno
Cida Schoenacker
Gostaria de falar do ginásio vocacional noturno, que funcionou somente dois anos. Participei das entrevistas de seleção dos alunos, na sua maioria trabalhadores do bairro, com escolaridade atrasada, de nível sócio econômico bastante baixo.

Naquele tempo não havia vale refeição e a maioria deles ficava sem comer quase nada o dia inteiro, a única refeição quente era a que recebiam na escola, servida no recreio após a primeira aula, o que rendeu uma boa briga com a Secretaria da Educação, pois recreio pelas normas burocráticas só era permitido após a terceira aula.

Trabalhava no setor de Pesquisa Sociológica e não participava de situações de sala de aula e, portanto, não saberia falar com propriedade sobre a metodologia do curso noturno, que entretanto transparecia na satisfação de cada aluno com a escola.

Satisfação que também existia entre os pais. Lembro-me do Vicente, feliz por ter sido selecionado, o filho da Dona Joana, nossa faxineira, migrante nordestina, analfabeta, que morava nos confins do Jardim São Luiz..

Dona Joana convidada para a primeira reunião de pais, que era também a recepção dos novos – pais e alunos, volta para nossa casa eufórica: “Dona não acredito, cheguei lá, tinha uns pais esperando a gente, sabiam do meu nome, me deram uma rosa e me deixaram falar, nunca vi isso nas outras escolas.”

A frase da dona Joana, reflete mais que qualquer tese, o caráter democrático do ensino vocacional.

A Dona Joana a seu modo acompanhou a crise do Vocacional, já não mais trabalhava com a gente, pois não agüentava mais fazer faxina. Logo após a dispensa em massa dos professores, lá vem dona Joana nos visitar: “Fiquei sabendo pelo Vicente que a sra e o seu Ângelo não trabalham mais na escola, que mandaram quase todos os professores embora, foi uma judiação, o Vicente disse que a escola mudou, não é a mesma coisa, virou outra e ele já não está mais gostando dela.Como acho que vocês estão desempregados, vim aqui dizer que posso fazer faxina de graça na casa, a sra só me paga a condução.”
Na emoção da lembrança da Dona Joana e do Vicente, que infelizmente perdemos de vista, gostaríamos de resgatar o muito que se fez num curto período no curso ginasial noturno do Vocacional.

Cida Schoenacker

Depoimento 2 – recebido em 10.08.2005

Título do Review

User Rating:

0 ( 8 Votes )